Python: Importando módulos




Cada arquivo com um código Python é chamado de módulo e pode ser chamado por outros arquivos, o que permite a modularização e reutilização de código. Desta forma, trechos de código que podem ser reutilizados diversas vezes em um mesmo código pode ser colocado em um módulo separado e chamado todas as vezes que for necessário.

A instrução básica para importar um módulo é o import e o nome do arquivo. Se quisermos utilizar alguma função do arquivo, basta chamarmos nome do arquivo.nome da função. Por exemplo, imaginemos que temos um arquivo chamado olaMundo.py com o código:

def exibeTexto():
   print ("Olá Mundo")

Para chamarmos este código dentro de um outro arquivo, por exemplo, chamado de main.py fazemos a importação e chamamos a função conforme a conveniência. Isto pode ser feito através do código em main.py:

import olaMundo #nome do arquivo a ser importado sem o .py
 
def main():
   olaMundo.exibeTexto() #o arquivo importado e a função desejada
 
if __name__ == "__main__":
     main()

Caso o nome do módulo seja de díficil redigitação no seu código, você pode utilizar um “alias”. Por exemplo:

import olaMundo as ola #nome do arquivo a ser importado sem o .py
 
def main():
   ola.exibeTexto() #o arquivo importado e a função desejada
 
if __name__ == "__main__":
     main()

Uma outra forma de fazer importação de módulo é utilizar o comando from nome do arquivo import nome da função. Neste modelo, importamos não o arquivo inteiro, mas apenas aquilo que desejamos do módulo (p.ex. se tivermos 10 funções, aqui seria importada apenas a função que quisermos chamar) e, neste caso, não precisaremos colocar o nome do arquivo antes das chamadas no código. Vamos reescrever nossos códigos:

olaMundo.py

 
def exibeTexto():
   print ("Olá Mundo")
 
def exibeOutroTexto():
   print ("Olá Pessoas")

main.py

 
from olaMundo import exibeOutroTexto #apenas a segunda função será importada
 
def main():
   exibeOutroTexto() #podemos escrever diretamente o elemento
 
if __name__ == "__main__":
     main()

Neste caso, no entanto, não conseguiremos chamar outras funções do arquivo olaMundo.


Biblioteca-Padrão

Python oferece diversas funcionalidades já prontas para auxílio do desenvolvedor (por isto se diz que Python já possui “baterias inclusas”. Uma descrição da biblioteca-padrão pode ser encontrada em The Python Standar Library.



Para citar este artigo

REVISTABW. Python: Importando módulos.Revista Brasileira de Web: Tecnologia. Disponível em http://www.revistabw.com.br/revistabw/importando-modulos-em-python/. Criado em: 17/01/2013. Última atualização: 03/04/2018. Visitado em: 02/12/2018


Procurando mais conteúdos ? Utilize o campo de busca abaixo



Leia +



Você também deveria ler


O conteúdo da Revista Brasileira de Web é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil, exceto quando especificado claramente em contrário. Este é um site de conteúdos diversos e dicas gerais e não substitui a consultoria de um profissional devidamente qualificado. Isto significa que os assuntos aqui abordados possuem caráter geral e podem não ser adequados no seu caso. Leia nossos Termos de Uso e Privacidade.